Blog

Sal, sol, deserto e Machu Picchu

Posted by Mauricio #03 on October 28, 2015 at 12:00 AM

Amigos, cheguei em BH.

Depois de viajar 3.200 km com o Fred, sofri um acidente no alto da Cordilheira dos Andes, após o lugarejo Cementerio de Susques. O local é parte da abrangente área do Deserto de Nazca, limítrofe do Deserto do Atacama, região de divisa entre Argentina, Chile e Bolívia.

Após subir admirando a exuberância da Cordilheira, com suas centenas de curvas encravadas nos paredões de pedras, chegamos aos vales e ao imenso e espetacular deserto de sal, denominado pelos Andinos de Salinas Grandes.

Pouco depois, começou uma tempestade de areia nunca vista na região, segundo os moradores locais. Foram quilômetros pilotando a moto quase deitada em função do fortíssimo vento e da chuva de areia na cara, que batia em redemoinho no corpo e no capacete como se fossem pequenas pedras ou britas atiradas em nossa direção com uma força impressionante.

A visibilidade não permitia enxergar meio metro à frente, quando nos deparamos com um banco enorme de areia cobrindo o asfalto, uma parede com a qual chocamos sem ver nada. Neste momento, estávamos com mais três paulistas, também de BMW, que encontramos no caminho.

Eu e mais dois paulistas não conseguimos transpor a barreira, as motos deram um vôo, giraram no ar a uma altura impressionante e estatelaram no chão. O Fred e mais um dos novos colegas também voaram, mas conseguiram escapar com grande destreza. Mais tarde, ficamos sabendo que um grupo de seis Argentinos, no mesmo dia, também abortou a viagem depois de todos caírem no mesmo local.

Felizmente não me machuquei, graças a Deus e aos vestuários apropriados. Porém, a minha BMW GS-800, nova, não agüentou o primeiro tombo e entortou todinha, ficando sem condições de guiar. Como estávamos em um local completamente isolado, sem nada por perto, tive que andar de primeira marcha, praticamente empurrando a moto por 180 km de volta a Purmamarca. Ainda bem que só tenho 58 anos e energia de sobra...

Interessante que dois dias depois ocorreu um terremoto magnitude 6,0 na mesma região norte da Argentina, com tremores fortes inclusive no hotel onde me encontrava. Os moradores estavam assustados. O fenômeno foi divulgado em toda imprensa mundial, replicado no Brasil pela CBN/Reuters. Assim como as nevascas e os tsunamis, não se discutem a magia e o poder de destruição das areias desérticas quando a natureza está fora de controle.

Feito o trajeto de volta, veio a pior parte: discussões burocráticas com o seguro, que gastou quatro dias para enviar um reboque. Fiquei esse período na minúscula, interessante e mística cidade, com suas ruas de terra e apenas um telefone público localizado em um bar, que fecha cinco horas para almoço.

 

A comunicação em Purmamarca é muito precária, em função das gigantescas paredes dos Andes que a abraçam como uma criança indefesa.

Após esse período, a moto foi rebocada até Foz do Iguaçu, 1.500 km de distância e, de lá, para BH em outros 1.500 km.

Entretanto, afirmo e reafirmo que a viagem foi fantástica. Já experimentei outras aventuras, mas a “Tormenta de Arena” foi diferente e muito interessante. Independentemente dos pontos de partida e chegada, o mais importante é se surpreender durante a caminhada.

Além disso, foram 3.400 km de emoção, andando por terras desconhecidas e belas, que aqui sintetizo:

• Por cuidado dos céus, não me machuquei:

• Já no primeiro dia, fomos surpreendidos positivamente pelos Capitães Juninho, Jibote e Caíque que nos acompanharam por 200 km, alimentando uma amizade e solidificando o nosso Moto Grupo;

• Pilotar 700 km com chuva no segundo dia de viagem;

• Cortar a Argentina de Leste a Oeste, pelos seus admiráveis campos, cidades e retas de 500 km;

• Subir a Cordilheira dos Andes conversando no comunicador e apreciando as suas belezas sem fim;

• Engolir as mesmas curvas da Cordilheira descendo em primeira marcha e desafiando os despenhadeiros de quase 4.000 m de altura com frio de até 5°C;

• Conviver por vários dias com os simpáticos Povos Andinos, com suas músicas e costumes típicos;

• Ver o apoio integral da família, na tentativa de minimizar o problema a 3.000 km de distância;

• Ter a certeza de estar mais perto de Deus, ao apreciar as paisagens da Cordilheira, a maior cadeia montanhosa do mundo;

Finalizando, o mais importante de tudo e objetivo maior do nosso projeto: dividir com Fredão, meu filhote de ouro, as emoções de tantos dias juntos, só nós dois e a estrada. As surpresas de cada hotel e sorrisos nas mesas de restaurantes. Favorecidos pelo comunicador instalado nos capacetes, pudemos conversar sobre tudo, filosofar, diminuir os medos, reafirmar as admirações mútuas e aprender com cada detalhe.

Por tudo isso, posso afirmar que já levantamos, sacudimos a poeira e em breve retornaremos à estrada, buscando novos mundos e novas histórias.

Agradeço o apoio e energia positiva de todos.

Mauricio Lages

 

Categories: None

Post a Comment

Oops!

Oops, you forgot something.

Oops!

The words you entered did not match the given text. Please try again.

Already a member? Sign In

46 Comments

Reply Jamoswiz
10:54 AM on August 1, 2021 
Very good material. Thank you!
https://topessaywritinglist.com/essay/36-mba-application-essay-wr
iting-service.html
https://bestessayseducationusa.com/editing/040-paraphrasing-of-af
fairs-greatest-essay.html
https://topessaywritinglist.com/essay/50-essay-leaving-service-us
a-excellent.html
https://bestessayseducationusa.com/writing/016-expert-assignment-
writers-excellent-writing.html

https://mahlertucker32.webs.com/apps/blog/show/49181481-fakt-i-38
0-nie-przywieraj-261-do-najmarniejszych-za-347-opowiedzenie-kuteg
o-odgrodzenia-zgrzewa-si-281-ze-znaczn-261-lokat-261-
Reply Jamoswiz
5:29 AM on July 11, 2021 
You made your stand pretty well.!
http://green-planet.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=freees
sayfinder.com/writing/083-assignment-author-greatest-writing-serv
ice.html
http://expo3intl.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=bestessay
seducationusa.com/paper/42-help-to-write-a-research.html
http://treatyounatural.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=ess
ayhelp-usa.com/paper/676-help-to-do-a-research.html
http://dullesthroughway.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=ou
ressays.com/thesis/421-write-a-doctoral-thesis-top.html
http://pvmap.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=topessaywriti
nglist.com/dissertation/490-dissertation-template-excellent-essay
-services.html
http://ranlaring.biz/__media__/js/netsoltrademark.php?d=definitio
nessays.com/writing/32-i-as-a-writer-essay-best.html
http://nxgenrail.biz/__media__/js/netsoltrademark.php?d=essayhelp
-usa.com/paper/275-write-my-paper-in-3.html
https://train2workon.webs.com/apps/blog/show/43915594-gather-all-
the-necessary-information-about-medical-assistant-programs
Reply Jamoswiz
2:22 PM on July 10, 2021 
Thanks a lot! Numerous material!
http://turnittin.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=discounte
dessays.com/dissertation/74-dissertation-template-affordable-writ
ing-service.html
http://brevanhowardnewyork.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d
=discountedessays.com/editing/220-paraphrases-in-apa-top-essay.ht
ml
http://glassroadgang.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=topes
sayssites.com/essay/41-cheap-essay-writing-service-top.html
http://cohenandsafirman.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=di
scountedessays.com/writing/080-writer-freelance-excellent-writing
-service.html
http://raceheroio.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=discount
edessays.com/editing/08-paraphrasing-of-affairs-greatest-writing.
html
http://crunchdc.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=topessayss
ites.com/writing/290-managing-writers-top-rated-writing.html
http://ns2.sexstorythai.com/__media__/js/netsoltrademark.php?d=de
finitionessays.com/essay/005-i-need-help-to-write-a-descriptive.h
tml
https://wolf70mcpherson.webs.com/apps/blog/show/47465351-daftar-a
gen-per-bettingan-slot-menguntungkan
Reply Jamoswiz
4:07 PM on June 18, 2021